Como uma oportunidade remota (e no exterior) pode alavancar seu currículo?

Você sabia que pode ter uma experiência internacional no currículo sem precisar sair de casa? Entenda como aproveitar essa oportunidade.

Por: Leonardo Raposo, Co-Founder & COO da Mazzatech
Escrito em: 04/06/2020

É fato que o mercado de trabalho está cada vez mais concorrido e as empresas criam expectativas cada vez maiores para seus colaboradores. A escolha de um novo profissional é feita, muitas vezes, a partir de vivências presentes no currículo dos candidatos, como uma experiência internacional. No setor da tecnologia, por exemplo, trabalhar em uma empresa norteamericana, mesmo que remotamente, pode ser o diferencial que faltava para tornar o seu perfil profissional mais atraente.

Nesse caso, você pode se questionar sobre a viabilidade de um trabalho no exterior atualmente. Viagens suspensas temporariamente devido à pandemia de coronavírus, cotação do dólar nas alturas e instabilidade política no mundo inteiro. Por isso, a opção remota, no momento, é a mais viável para enriquecer seu currículo!

 

Bagagem internacional

 

Como diretor da Mazzatech, lido diariamente com diversos perfis de profissionais, com sonhos e ambições diferentes. Entretanto, há um ponto que traz vantagens a todos eles: a experiência internacional, quando presente, é um grande diferencial nas contratações.

Assim, conscientes dos benefícios do trabalho em home office, abrimos uma nova unidade da Mazzatech nos Estados Unidos e temos sido procurados por empresas americanas para recrutar profissionais brasileiros em tecnologia dispostos a trabalhar de forma remota.

Criamos uma ponte entre profissionais e empresas, de maneira que temos conseguido gerar benefícios para ambos os lados (e para ambos os países). Mais especialmente, ao aceitar uma oportunidade externa, o candidato enriquece seu currículo. Saiba mais:

 

  • Experiência internacional no currículo: ao trabalhar para uma empresa americana, você poderá contar com um novo elemento na sua vida profissional. A vivência em um trabalho no exterior, ainda que por meio de um trabalho remoto, agrega valor ao seu currículo e te coloca a frente de outros candidatos em futuros processos seletivos;

 

  • Aprimoramento do idioma: embora, em grande parte dos casos, os profissionais de tecnologia já tenham, no mínimo, um nível de inglês intermediário, a oportunidade de prestar serviços para uma empresa americana te ajudará a alcançar um patamar diferenciado no domínio da língua estrangeira, como uma vivência que vai além do que pode ser ensinado dentro de uma sala de aula ou em um curso de idiomas;

 

  • Enriquecimento cultural: o Brasil é riquíssimo em cultura e diversidade, mas ao trabalhar no exterior, ainda que remotamente, você poderá ampliar ainda mais os seus horizontes. A cultura empresarial, o ambiente corporativo, a visão das empresas, tudo isso pode mudar de um país para o outro. Quando você participa dessas mudanças, acumula conhecimento prático e vivência;

 

  • Ampliação da rede de relacionamentos: mesmo a partir de um trabalho remoto, sua rede de networking só tem a aumentar. Muitas vezes, os relacionamentos que você é capaz de construir no ambiente profissional são tão ou mais importantes do que as habilidades e experiências presentes em seu currículo.

 

Como já falamos antes, home office é o futuro. E, a partir daí, não há mais barreiras geográficas – o profissional que souber aproveitar as oportunidades só tem a crescer!